domingo, 5 de maio de 2013


“O lance é sempre perguntar pra si mesmo o seguinte: que coisa BOA eu posso fazer agora? Que elogio eu posso tecer para um amigo? quem é que eu vou fazer sorrir agora? Pra qual amigo distante eu vou ligar e dizer que tô com saudade? Quem eu vou abraçar agora? Ao mesmo tempo que isso pode soar hippie e utópico, não nego que o mundo seria um lugar melhor se todos (eu incluso) tivessem isso em mente.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário